Reportagem da deslocação a Vila do Conde

Num jogo marcado para um horário decente a fazer lembrar outros tempos, a Fúria Azul mais uma vez não faltou à chamada. Apesar de muita gente não ter comparecido para testemunhar a primeira vitória fora de portas do Belenenses esta época, a Fúria fez deslocar um autocarro ao qual se juntaram mais alguns carros com pessoal e outros adeptos do Belenenses, perfazendo um total de mais de 100 adeptos presentes em Vila do Conde.

Os furiosos presentes tiveram uma viagem bem animada, com disputadas partidas dentro do autocarro que ninguém queria perder, pois tal implicava pagar a rodada da preciosa cevada, e foi num espírito muito bom que se chegou à Póvoa para almoçar e regar um pouco mais as gargantas. Aí houve quem optasse pela praia como destino sendo que outros optaram pelo restaurante que foi tomado de "assalto" pelos fiéis ultras que por aquela altura se encontravam esfomeados e sedentos. Após as peripécias comuns nestas alturas a malta rumou até Vila do Conde, onde já dentro do estádio se distribuíram muitas bandeiras azuis para colorir o sector e começou o apoio ao nosso Mágico Belém.

O Belenenses, que se apresentava neste jogo bastante desfalcado devido a castigos e lesões, conseguiu controlar praticamente todo o jogo, sendo que o nulo que se registava ao intervalo revelava alguma injustiça face às ocasiões desperdiçadas e ao caudal ofensivo que a nossa equipa demonstrou, nem sempre com brilho mas com atitude e alguma raça.

No segundo tempo, pelo minuto 56, chegou o momento que nos fez sorrir mais neste dia, Diakité marcou o único golo do desafio e permitiu desse modo que deixássemos para trás um concorrente directo na actual tabela classificativa. Estreia muito positiva de Diakité e do ainda júnior Pelé que com 17 anos apenas não se deixou intimidar e entregou-se com tudo ao jogo demonstrativo da categoria que felizmente grassa pela nossa cantera.
Os furiosos foram constantes no apoio ao nosso clube, sendo contudo o apoio mais forte no período que se seguiu ao golo.


Na viagem para baixo a alegria contagiava-nos a todos e claro que a boa disposição foi uma constante com inúmeras peripécias que ficam reservadas para quem lá esteve.

Esperamos que a atitude ganhadora evidenciada pelo 2º jogo consecutivo seja para continuar e possamos navegar para águas mais tranquilas neste campeonato.

2 comentários:

Nelson disse...

Força Fúria,voçês são a nossa força, eu orgulho-me de ter pertencido a este grupo.

Uma vez ultra, ultra até morrer

Anónimo disse...

Nelson, junta-te a nós.. o sector magico precisa de todos, novos e velhos ultras. como disseste e bem, uma vez ultra, ultra até morrer!